quinta-feira, 26 de março de 2009

'No mundo sempre existirão pessoas que vão te amar pelo que você é..."


Sua risada me conquistou! Tão espontânea e por isso, reveladora.
Tive que ser muuuuito forte para resistir. Não sucumbi (totalmente) por saber que não resisto. E alimento os sonhos.
Daí, a realidade fica nítida outra vez e você diz que nada mudou. Realmente, tudo mudou. Não há o que disfarce essa sensação. Todas as preocupações acordam e voltamos ao normal. Não é de todo mal, pensar assim, foi o que conclui. Tarde demais¿ Talvez! Para nós. Porém, quero ainda crer que não. Que você entendeu, o tempo é que vai fundamentar o desejo. Em mim, falta o botão liga-desliga e o stand-by, tá quebrado.
Em você, estão todos perfeitos. Hoje, você apertou o botão do play. E eu, agi como “quem não sabe brincar, não desce pro play!” por puro medo de me machucar. Porque, lamber as próprias feridas, dói. Mas, passa.
E é por isso que eu fui brincar, para descobrir se é possível só ficar nuns arranhões. Por que, se machucar, é o risco da brincadeira.
Ainda tenho mais pânico do que prazer em voar. Como é difícil equilibrar isso!
E, quando entra a fantasia, então, só piora. Ou melhor, só piorava. Já consigo me ver no palco. Só falta aceitar o papel!

2 comentários:

Taís Vinha disse...

Uia! Melhor vc me ligar. bjs

silkelita disse...

Muito profundo?!?!